Aguarde...
Clarice Lispector

Clarice Lispector nasceu em 10 de dezembro de 1920 na Ucrânia, mas naturalizou-se brasileira, proclamando-se pernambucana. De família judia, a autora chegou ao Brasil com um ano de idade, fugindo da perseguição aos judeus durante a Guerra Russa. Maceió foi o ponto de entrada da família em terras tupiniquins, onde já morava a tia de Clarice. Porém, seu pai resolveu mudar-se com a família para Recife, a cidade que era, na época, o mais importante centro comercial do nordeste. Ali Clarice já se interessava pela literatura, apesar da pouca idade. A escritora estudou no Ginásio Pernambuco. Aos nove anos, sofreu o primeiro trauma: perdeu sua mãe em decorrência de sífilis, doença que teria pego por conta de um estupro sofrido durante a Guerra Civil Russa. Quando Clarice tinha 15 anos de idade, o pai decidiu se mudar para o Rio de Janeiro com os filhos. Clarice Lispector estudou nessa época em uma escola primária da Tijuca, logo mais indo para o curso preparatório da Faculdade de Direito. Aceita na Universidade do Brasil no Curso de Direito, frustrou-se e descobriu um escape: a literatura. Um ano depois de entrar para a universidade, a autora publicou seu primeiro conto, Triunfo. Três anos depois, seu pai faleceu em decorrência de uma cirurgia de retirada de vesícula biliar. Com a morte inesperada do pai, Clarice distanciou-se da religião judaica. Nessa época também passou a trabalhar na Agência Nacional, no Departamento de Imprensa e Propaganda. Ficou responsável por distribuir notícias aos jornais e emissoras de rádio. Após sua formatura em 1943, Clarice Lispector lançou seu primeiro romance, Perto do Coração Selvagem. Na mesma época, casou-se com um colega de faculdade, Maury Gurgel Valente, que foi aprovado em concurso para carreira diplomata e integrou o quadro funcional do Ministério das Relações Exteriores. Isso levou Clarice a morar em diversos países com seu marido, entre eles Itália, Inglaterra, Estado Unidos e Suíça. Em 1946, em uma viagem para o Rio de Janeiro, ela publicou seu segundo romance, O Lustre, e seu terceiro três anos depois, A cidade Sitiada. Após 16 anos de casados e com dois filhos, Clarice e Maury separaram-se e a escritora voltou permanentemente para o Rio de Janeiro com os filhos. Pouco tempo depois da publicação do romance A Hora da Estrela, Clarice foi diagnosticada com câncer inoperável no ovário e faleceu em 9 de dezembro de 1977, um dia antes de seu aniversário de 57 anos. Livros de Clarice Lispector: A Hora da Estrela A Legião Estrangeira A Maçã No Escuro A Mulher Que Matou os Peixes A Paixão Segundo GH A Vida Íntima de Laura Contos e Recontos para Crianças (5 volumes) Laços de Família O Ilustre Para Não Esquecer Perto do Coração Selvagem Só Para Mulheres

Obras mais recentes:

Se você gostou de Clarice Lispector, talvez você goste também de...

ROLAR PARA O TOPO