Aguarde...
William James

Nascido em 11 de janeiro de 1842 em Nova Iorque, Estados Unidos, William James é considerado um dos pais da psicologia moderna. Filósofo do pragmatismo, graduou-se em medicina pela Lawrence Scientific School, atual Universidade de Harvard. Foi professor na mesma instituição onde ministrou aulas de fisiologia, anatomia, psicologia e filosofia. Antes de formar-se em medicina, William James também estudou filosofia na Universidade de Berlim. Ainda jovem, teve diversos problemas físicos: ocular, de coluna, estomacal e de pele. Além disso, problemas psicológicos levaram-no a pensar em suicídio diversas vezes. Passados estes desafios, James entrou na faculdade de medicina, mas interrompeu seus estudos por duas vezes antes da formatura. O motivo da primeira interrupção foi sua participação junto ao zoólogo e geólogo suíço Louis Agassiz em uma expedição ao rio Amazonas, na qual adquiriu varíola e sofreu de enjoos constantemente. Estes problemas de saúde fizeram com que William interrompesse pela segunda vez seus estudos. Neste mesmo período ele decidiu viajar para a Alemanha em busca de cura, local onde iniciou sua produção literária, publicando alguns artigos. Mesmo formado médico, James não atuou na área, pois decidiu dedicar-se à academia e logo se encontrou nos estudos psicológicos, que estavam recém constituindo-se como ciência. William James faleceu em 26 de agosto de 1910 em Nova Hampshire, Estados Unidos. Obras clássicas de William James: Imortalidade Humana O Significado da Verdade Pragmatismo Princípios da Psicologia Universo Pluralístico Variedades da Experiência Religiosa

Obras mais recentes:

ROLAR PARA O TOPO