Aguarde...

Só a gente sabe o que tem por dentro

Pocket show

  • Segunda-feira, 15 de Dezembro
  • 19:00
  • Teatro Eva Herz - São Paulo
    LIVRARIA CULTURA - CONJUNTO NACIONAL
    Cidade: São Paulo - SP
  • Gratuito (inteira)
compartilhar

Descrição

Pocket show

Célia e Cassio Scapin interpretam Cássio Junqueira
Este CD nasceu espontaneamente, como nasce a poesia...
Participei um tempo atrás de um recital no Museu da Língua Portuguesa, em
São Paulo, nas comemorações pelo Dia da Consciência Negra.
Coincidentemente, era dia de festa no Terreiro do Gantois, em Salvador, para a
Oxum de Mãe Menininha. O Gantois é também minha casa e a família de Mãe
Carmen, minha família. Muito comovido, falei naquele recital um poema de
Castro Alves e dois poemas meus, “Senhoras da Minha Vida” e “Oxum e
Yemanjá”.
Irineu de Palmira também havia sido convidado para o recital. Fiquei comovido
com sua alma negra, com a beleza de sua voz, de sua arte. A música de Irineu é
intuitiva, fruto, sobretudo, de sua sensibilidade; flui como água, e eu me
identifico com isso.
Alguns dias depois, ele entrou em contato comigo e me contou que, enquanto
eu falava os poemas, ia se fazendo música dentro dele, e me perguntou se
poderia musicá-los. Com alegria, respondi que sim, e, desde então, muitas
coisas se fizeram com minha poesia e sua música.
Um tempo mais tarde, conheci Zé de Riba, outro artista muito especial, erudito
por ser um artista verdadeiramente popular. Eu já tinha tido contato com o
trabalho do Zé, ouvindo as duas músicas dele que a cantora Simone havia
gravado. Ele me pediu que mandasse alguns poemas meus para que fizéssemos
algo em parceria. Fizemos três coisas juntos. Ele, que também é poeta, criou
comigo letras a partir dos meus poemas, e, generoso, permitiu inclusive que eu
‘palpitasse’ nas músicas que foram criadas.
O Cassio está na minha vida. Somos pessoalmente ligados. Criamos juntos o
espetáculo teatral “Eu Não Dava Praquilo”, sobre a vida e a carreira da Myriam
Muniz, sacerdotisa do teatro paulista e brasileiro. É um dos melhores atores do
teatro brasileiro, tem vocação, é competente, talentoso e disciplinado; traz em
si a consistência dos grandes atores das gerações anteriores à sua, mestres que
ele tanto ama.
A Célia, que eu conhecia de disco, depois de palco, acabou por se tornar uma
grande amiga. É, sem dúvida, uma das maiores cantoras do Brasil. A qualidade
de sua voz e de seu canto, aliada à seriedade com que conduz sua arte, fazem
dela uma joia rara no panorama da música popular brasileira.
Já com o projeto em andamento, pedi a dois grandes músicos que pusessem
música em poesia minha, para Célia cantar. Queria contar com o talento de dois
artistas geniais que cruzaram meu caminho, Edmilson Capelupi e Natan
Marques.
Thiago Marques Luiz foi quem ouviu as primeiras composições e, mais do que
me dizer para fazer, fez comigo. Rovilson Pascoal, com entusiasmo, talento e
inspiração, fez a direção musical.
É um projeto que nasce da poesia; a poesia é feita para os afetos. Espero que
este disco possa tocar as pessoas, sua sensibilidade, sua emoção. Essa é a minha
ambição.
Cássio Junqueira

Informações Importantes

Tipo de evento: Pocket show
Cidade: São Paulo - SP
Data: Segunda-feira, 15 de Dezembro
Hora: 19:00
Local: Teatro Eva Herz - São Paulo

Loja: LIVRARIA CULTURA - CONJUNTO NACIONAL
Avenida Paulista, 2.073

Ingresso:

  • Gratuito (inteira)

  • Duração: 2 horas 30 minutos
    Entrada por ordem de chegada.
    ROLAR PARA O TOPO