Aguarde...

Palestra: "Endometriose em Foco" com ASPEND-PE

Palestra

  • Domingo, 24 de Abril
  • 14:00
  • Auditório Eva Herz
    LIVRARIA CULTURA - PAÇO ALFÂNDEGA
    Cidade: Recife - PE
compartilhar

Descrição

Palestra

A Livraria Cultura e a ASPEND-PE convidam para a palestra: "Endometriose em Foco"
 
A programação contará com uma palestra sobre a doença, depoimentos de portadoras, e ao final, será aberto para perguntas do público. O evento fecha um ciclo de ações realizadas desde o final de fevereiro, que incluem participação em feira organizada pela Prefeitura do Recife com ONGs, participação em reportagens, ações de panfletagem nas ruas, além do trabalho intensivo através das redes sociais. Endometriose A Endometriose é uma doença que atinge 10% das brasileiras em idade reprodutiva. De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, entre 10% a 15% das mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos) podem desenvolvê-la e 30% tem chances de ficarem estéreis. A doença é caracterizada pela presença do endométrio – tecido que reveste o interior do útero – fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve: tubas uterinas, ovários, intestinos e bexiga. Todos os meses, o endométrio fica mais espesso para que um óvulo fecundado possa se implantar nele. Quando não há gravidez, esse endométrio que aumentou descama e é expelido na menstruação. Em alguns casos, um pouco desse sangue migra no sentido oposto e cai nos ovários ou na cavidade abdominal, causando a lesão endometriótica. As causas desse comportamento ainda não é conhecida. É importante destacar que a doença acomete mulheres a partir da primeira menstruação e pode se estender até a última. Os sintomas principais envolvem: Dismenorréia (dor pélvica incapacitante durante o período menstrual e/ou fora dele), Dispareunia (dor na relação sexual), Fadiga crônica e exaustão, Sangramento menstrual intenso e/ou irregular, Alterações intestinais e/ou urinárias durante o período menstrual e Infertilidade. Geralmente, o diagnóstico acontece quando a paciente está na faixa dos 30 anos. Dificuldades como falta de profissionais capacitados para identificar a doença, exames específicos e tratamento adequado, são alguns dos fatores que levam ao agravamento da patologia. Infelizmente, além das dores insuportáveis (principal característica da doença), as portadoras ainda se deparam com dificuldades de financiar um tratamento (já que, grande parte das consultas, exames e medicações são muito caras e, algumas, não são fornecidas pelo SUS), o que leva a um processo de judicialização que, na maioria dos casos, não traz êxito, provocando ainda mais desgaste, tanto no aspecto físico, quanto psíquico. Na maioria dos casos, o tratamento consiste no uso de medicamentos que suspendem a menstruação: a pílula anticoncepcional tomada sem intervalos e os análogos do GnRH. O inconveniente é que estes últimos podem provocar efeitos colaterais adversos. Lesões de endometriose, em geral, devem ser retiradas cirurgicamente.
Sobre a ASPEND PE: Entendendo a necessidade de reunir o maior número de informações possíveis, um pequeno grupo de mulheres acometidas pela doença, resolveu fundar, em 2012, a ASPEND PE (Associação de Apoio a Portadoras de Endometriose em Pernambuco). Desde a fundação, até os dias atuais, a Associação realiza trabalhos com equipe multidisciplinar (Psicólogos, Nutricionistas, Farmacêuticos, Fisioterapeutas, Educadores Físicos, Cirurgiões Especializados em Endoscopia Ginecológica, Ginecologistas, Advogados, entre outros), assistencial e de esclarecimento acerca da doença, tanto às acometidas, quanto aos seus familiares. Todas essas condutas contribuem para uma melhor qualidade de vida (já que, infelizmente, ainda não existe nenhum método efetivamente aprovado para a curada patologia) da mulher com endometriose.
 

 

Informações Importantes

Tipo de evento: Palestra
Cidade: Recife - PE
Data: Domingo, 24 de Abril
Hora: 14:00
Local: Auditório Eva Herz

Loja: LIVRARIA CULTURA - PAÇO ALFÂNDEGA
Rua Madre de Deus, s/n


Duração: 4 horas

ROLAR PARA O TOPO