Aguarde...

A LINGUA NOSSA DE CADA DIA


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Linguística

Sinopse

A habilidade verbal do brasileiro é uma coisa admirável. Nos bares, nas ruas, em prosas à beira de copos ou pratos, no rádio e na televisão, a língua do Brasil floresce em todo o seu esplendor. Mas, quando alguém precisa escrever, começa a tropeçar logo nas primeiras linhas. O remédio principal é aumentar a relação 'bunda-cadeira-hora'. O brasileiro lê pouco e escreve menos ainda. Precisa fazer mais as duas coisas, na escola e fora dela. Uma providência adicional é exigir dos candidatos a cargos públicos que conheçam e respeitem a língua-mãe. O inglês Thomas Young e o francês Jean-François Champollion, que decifraram a escrita hieroglífica, não sabiam português. Se soubessem, descobririam que muitos gramáticos substituíram os sacerdotes e os escribas, seguindo o ditado alemão - 'Warum einfach, wenn's auch kompliziert geht?' (Por que o simples se o complicado também serve?). 'A Língua Nossa de Cada Dia' descomplica a língua portuguesa, não por meio de receitas simplórias, mas mostrando que a botânica e a jardinagem são partes indissociáveis do gosto de ouvir, ler, falar e escrever.

Detalhes do Produto

    • Ano:  2007
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788576790884
    • ISBN:  8576790882
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Peso: 0.62 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  324

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO