Aguarde...

A SOMBRA DESTE PENSAMENTO



Produto sob encomenda
Previsão: 2 Semanas + Frete

Calcule prazo de entrega e frete:

 - 
Este produto pode ser retirado em loja

Sinopse

Para lá das polémicas do Inverno de 1987-1988, o dossier Heidegger permanece em aberto nas suas questões filosóficas. Trata-se de entender como é que um pensamento fenomenológico, à partida totalmente alheio à preocupação das questões públicas, pôde expor-se e, depois, relacionar-se, a um perigo político extremo, sem conseguir desfazer o imbróglio provocado pela filiação política de 1933. Um ensaio que desenvolve uma nova hipótese explicativa; é incontestável que existe um elo entre o pensamento filosófico e a militância do homem Heidegger, mas ele só revela a sua verdadeira dimensão à luz de uma reflexão ulterior, que excede, de parte a parte, a ideologia nazi. Ao longo das diferentes etapas de uma evolução complexa, que o fez passar do seu primeiro apolitismo a uma 'política originária' e, depois, a uma 'a-política' projectando a mundialização técnica, Heidegger implementou uma interpretação do destino ocidental, unificada a partir da leitura da metafísica como história do ser. Esta articulação do seu pensamento é, aqui, denominada 'historialismo destinal' e criticada devido ao seu carácter incondicional, o qual obriga a contrapor apenas ao niilismo activo, a espera solitária do 'deus que vem', exortando as duas figuras antiteticamente emblemáticas da nossa modernidade; Nietzsche e Hölderlin. O 'erro' de Heidegger reside no carácter radicalmente historial e destinal do seu pensamento. A delimitação dessa face sombria, indissociável das páginas brilhantes da obra, permite libertar uma possibilidade interdita ao próprio Heidegger (ou que ele quis interdizer); entender porque é que a sua auto-interpretação bloqueou a sua autocrítica e porque é que essa obra, tal como a 'carta roubada' de Poe, só se esconde quando se oferece ao pensamento. Se existe, apesar de tudo, uma pedra de espera heideggeriana, ela subestima e excede simultaneamente a política. O seu frágil contributo - apontar para uma questão que diz respeito intimamente ao Ocidente. Questão de civilização, não de política. Um livro fundamental para se entender Heidegger e as relações que estabeleceu ou não com o nazismo.

Detalhes do Produto

    • Origem:  IMPORTADO
    • Editora: INSTITUTO PIAGET
    • Coleção:  PENSAMENTO E FILOSOFIA
    • Edição:  1
    • Assunto: Filosofia
    • Idioma: PORT. PORTUGAL
    • Ano:  1998
    • País de Produção: Portugal
    • Código de Barras:  9789728407896
    • ISBN:  9728407890
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Peso: 0.27 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  178

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO