Aguarde...

AS PALAVRAS DE FREUD



Produto disponível até 15min após 
a confirmação do pagamento!

Sinopse

De que modo o autor de Totem e tabu criou uma terminologia científica própria para a psicanálise? Discutido esse ponto e outros a ele relacionados - a sintaxe, o uso de metáforas e citações -, segue-se a análise de termos essenciais para uma compreensão do pensamento freudiano. O estudo de ego e id, por exemplo, revela-nos que o português foi a única das línguas neolatinas a adotar essa terminologia, presente na edição Standard inglesa e destoante do original alemão, que utiliza Ich e Es, simples pronomes pessoais. Com a análise de outros casos: Angst, angústia; Trieb, instinto; Verdrängung, repressão etc. , o vocabulário freudiano vai adquirindo uma dimensão até agora insuspeitada em português. O entendimento que com isso se obtém de conceitos basilares da obra de Freud cresce de modo perceptível. Os franceses, que há tempos se deram conta da fragilidade de suas traduções, estão às voltas com um projeto ambicioso de retradução das obras. Mas as Euvres complètes, nos volumes já publicados, cunham neologismos dispensáveis, numa versão artificialmente literal. Ao ser publicado originalmente, em 1998, este livro objetivava preparar o terreno para uma nova tradução de Freud em português, feita diretamente do alemão, tento realizado pela publicação das Obras completas em 20 volumes. Como a coleção é coordenada pelo autor de As palavras de Freud (que traduz a maioria dos volumes), o leitor encontrará neste livro o acompanhamento teórico desse novo Freud, contendo a explicação para as escolhas terminológicas e, principalmente, a orientação ou atitude por trás de todo o projeto da coleção.

Detalhes do Produto

    • Ano de Edição: 2010
    • Ano:  2010
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  2000175179318
    • ISBN:  9788580861594

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO