Aguarde...
 

DISCRICIONARIEDADE EM POLITICAS PUBLICAS

UM OLHAR GARANTISTA DA APLICAÇAO DA LEI DE...


    R$ 144,70

    em até 4x de R$ 36,18 sem juros no cartão, ver mais opções

    Produto sob encomenda
    Previsão: 3 Semanas + Frete

    Calcule prazo de entrega e frete:

     - 
    Este produto pode ser retirado em loja

    FRETE GRÁTIS para o Sul e Sudeste nas compras acima de R$ 69,00; para o Centro-Oeste e Nordeste, nas compras acima de R$ 99,00; e, para o Norte, nas compras acima de R$ 139,00 - Confira o regulamento


    Sinopse

    Esta obra trata da viabilidade de aplicação da Lei 8.429/92 (Lei da Improbidade Administrativa) aos casos comuns na prática política brasileira de má elaboração e implementação de políticas públicas, com base no desrespeito a princípios constitucionais, especialmente os da moralidade e da eficiência, e que têm como conseqüência o desrespeito a direitos e garantias fundamentais dos cidadãos. A hipótese prevê a perda da função pública, a partir da aplicação da lei com fundamento na teoria Garantista, de Luigi Ferrajoli, tomada como teoria jurídica da validade, da efetividade e da legitimação, que exige do Direito e do Estado, no aspecto político, a justificação externa, baseada nos bens e interesses que constituem a finalidade da tutela e da garantia. Assim, a existência do Estado de Direito só se justifica a partir da constatação de que a submissão à lei também representa a possibilidade de efetivar os direitos e garantias dos cidadãos, e a consagração de valores fundamentais que se encerram na dignidade da pessoa humana.

    Detalhes do Produto

      • Subtítulo:  UM OLHAR GARANTISTA DA APLICAÇAO DA LEI DE...
      • Origem:  NACIONAL
      • Editora: JURUA EDITORA -
      • Edição:  1
      • Assunto: Direito
      • Idioma: PORTUGUÊS
      • Ano:  2007
      • País de Produção: Brazil
      • Código de Barras:  9788536215198
      • ISBN:  8536215194
      • Encadernação:  BROCHURA
      • Peso: 0.88 kg
      • Complemento:  NENHUM
      • Nº de Páginas:  480

    Avaliação dos Consumidores

    ROLAR PARA O TOPO