Aguarde...
 

LITERATURA NO BRASIL, A, V.4

ERA REALISTA, ERA DE TRANSIÇAO


    R$ 110,00

    em até 3x de R$ 36,67 sem juros no cartão, ver mais opções

    Produto disponível
    Últimas unidades!

    Calcule prazo de entrega e frete:

     - 
    Este produto pode ser retirado em loja

    FRETE GRÁTIS para o Sul e Sudeste nas compras acima de R$ 69,00; para o Centro-Oeste e Nordeste, nas compras acima de R$ 99,00; e, para o Norte, nas compras acima de R$ 139,00 - Confira o regulamento


    Sinopse

    Realismo, naturalismo, parnasianismo, simbolismo, os grandes movimentos literários, de poesia e prosa, da segunda metade do século XIX, constituem o material de estudo do quarto volume de A Literatura no Brasil. Uma fase repleta de contrastes, uma encruzilhada de tendências, na qual, como em toda época de intensa criação artística, as novas correntes convivem e se atritam com o espírito conservador e, ao mesmo tempo, com outras buscas de renovação, num processo simultâneo de desenvolvimento e choque, e numa velocidade até então desconhecida na literatura brasileira. Foi um dos períodos mais ricos da prosa de ficção brasileira, na qual se afirma a obra máxima de Machado de Assis, ao mesmo tempo em que se impõem os naturalistas, o impressionismo de Raul Pompéia e o realismo social de Lima Barreto. É também a época do verbalismo e das descobertas do Brasil, harmonizadas em Os Sertões, da prosa límpida de Joaquim Nabuco às primeiras manifestações regionalistas. Fase de consolidação da crítica brasileira e de renovação da poesia, com a disciplina requintada dos parnasianos, logo atropelados pelas primeiras manifestações simbolistas. Estes aspectos são analisados no primeiro bloco do livro, sob a classificação geral de era realista. O segundo bloco inclui autores e obras reunidas sob a rubrica de era de transição. Estuda o movimento simbolista, as manifestações do impressionismo em prosa, os primeiros sintomas de transição para novas formas de expressão, o penumbrismo, o neoparnasianismo, a busca pela modernidade, até a eclosão ruidosa do modernismo. Iniciava-se então uma nova fase, de grande balbúrdia intelectual e renovação artística, sem semelhante na história da literatura brasileira, excetuado o romantismo, que constitui o assunto do quinto volume de A Literatura no Brasil.

    Detalhes do Produto

      • Ano:  1997
      • País de Produção: Brazil
      • Código de Barras:  9788526005587
      • ISBN:  8526005588
      • Encadernação:  BROCHURA
      • Peso: 1.06 kg
      • Complemento:  NENHUM
      • Nº de Páginas:  638

    Avaliação dos Consumidores

    ROLAR PARA O TOPO