Aguarde...

MAL-ESTAR NA CIVILIZAÇAO



Produto disponível até 15min após 
a confirmação do pagamento!

Sinopse

Segundo Nina Saroldi, em O mal-estar na civilização de Freud, a renúncia à satisfação pulsional, pressuposta como estrutural à constituição do processo civilizatório, é o que nos retira do estado-de-natureza e o que nos faz ingressar no estado-de-cultura. A autora acrescenta que o pensar freudiano colocou o princípio de prazer como fundamental para o funcionamento dos processos psíquicos, mas também articulou ao princípio de realidade, diante do qual o prazer deve ceder lugar para que a cultura possa existir. Uma questão fundamental, reiterada diversas vezes ao longo do livro, é tanto saber se as considerações de Freud sobre a relação entre o sofrimento dos indivíduos e a cultura em que vivem ainda se sustentam, quanto perguntar se tais considerações podem nortear uma avaliação crítica de nossas vidas, nossos sofrimentos e nossa cultura nos dias atuais. A resposta da autora é que a reflexão dos tempos de Freud é, sim, muito importante para pensarmos também sobre os tempos em que vivemos.

Detalhes do Produto

    • Ano de Edição: 2011
    • Ano:  2016
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  2000175840546
    • ISBN:  9788520011416

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO