Aguarde...

MODERNO DE NASCENÇA

FIGURAÇOES CRITICAS DO BRASIL


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Teoria e Critica Literária

Sinopse

O Brasil, difícil de imaginar, país que todos imaginamos. A contradição, do ser ou não ser, a crise de identidade, está na origem de nossa formação nacional. Aliás, éramos alvo de imaginação, antes mesmo de existirmos; os portugueses, mas também outros povos europeus colonizadores, olhavam para o oceano fantasiando sobre a terra de fartura, a Cocanha revisitada, que encontrariam no Novo Mundo. Quando aportam no litoral baiano, as naus lusitanas carregam sua cultura - e, missão divina, fazem de tudo para sobrepujar a cosmologia nativa. 'Moderno de nascença' reúne ensaios de treze autores, com o complexo intuito de retratar nossa contradição original. Dividido em quatro partes - Sociabilidade - As almas, os negócios, as idéias; Relações internacionais, apreços nacionais; Fulgurações do moderno e Ordens e desordens -, o livro explora as várias facetas da relação entre a escrita e a constituição do ideário nacional. Da 'produção das almas' através da simbologia católica inserida na língua tupi feita sobre os indígenas pelos jesuítas no século XVI, até a cultura de massa através das telecomunicações que se estabelece na ante-sala do golpe de 1964, o livro traz como ponto central dessa trajetória no tempo, entre o nacional e o estrangeiro, uma entrevista de Roberto Schwarz de 1976. Os autores examinam como ao longo da nossa história, vários escritores de estilos e tipos de texto diferentes (Mário Pedrosa, Machado de Assis, Mario de Andrade, Guimarães Rosa, Euclides da Cunha, o antropólogo Roger Bastide etc) lidaram com suas heranças culturais, posições políticas e as influências estrangeiras no Brasil.

Detalhes do Produto

    • Edição:  1
    • Ano:  2006
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788575590850
    • ISBN:  8575590855
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Peso: 0.51 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  240

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO