Aguarde...

NOTA AZUL - FREUD, LACAN E A ARTE


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Psicanálise

Sinopse

O que a prática do psicanalista não cessa de lembrar é que a mestiçagem de substâncias tão heterogêneas quanto o são a materialidade do corpo humano, a imagem que dele se tem e o verbo nele enxertado institui entre corpo, imaginário e palavra uma nodulação, cujo caráter problemático se traduz pelo sofrimento a que chamamos de sintoma. À luz desse ensinamento cotidiano concedido ao psicanalista, Alain Didier-Weill interroga as relações existentes entre a arte e a psicanálise, valendo-se, sobretudo, das incidências do ensino de Jacques Lacan sobre a função do real na estruturação do psiquismo humano. Entre os efeitos clínicos que aborda, com ênfases distintas na concepção freudiana de sublimação, nos tempos necessários à subjetivação e no circuito pulsional, destaca-se a elaboração de como se pode assumir o reconhecimento de que, não sendo senhores da palavra, somos instituídos pelo que dizemos.

Detalhes do Produto

    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788577401628
    • ISBN:  8577401626
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 23.00 cm
    • Largura: 15.50 cm
    • Peso: 0.16 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  80

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO