Aguarde...

POEMAS DE ALBERTO CAEIRO



Produto disponível até 15min após 
a confirmação do pagamento!

Sinopse

Na vida de Fernando Pessoa, nenhum dia foi como o 8 de março de 1914, que ele mesmo batizou de “O dia triunfal”: nesse dia, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores do século XX criou Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos – seus três heterônimos – deu-lhes biografia, biótipo, estilo literário, crenças etc. Deles, o mestre é Alberto Caeiro – mestre do próprio Pessoa –, poeta-pastor da região do Ribatejo que despreza a metafísica, a filosofia, para quem a divindade é a própria natureza, para quem “pensar é estar doente dos olhos” e inventor do “neopaganismo”. Quando da morte de Fernando Pessoa, em 1935, encontrou-se uma arca contendo a totalidade de sua obra (só o que havia sido publicado em vida foi Mensagem e um livro de poemas em inglês), quase toda inédita naquela época. Dos heterônimos, apenas no caso de Caeiro havia uma organização de poemas atribuídos a ele pelo próprio poeta, que continha as séries de poemas “O guardador de rebanhos”, “O pastor amoroso” e “Poemas inconjuntos” (no caso dos outros heterônimos, especialistas tiveram de ir agrupando e selecionando as poesias). Esta edição de Poemas de Alberto Caeiro que a L apresenta ao leitor foi organizada pela professora Jane Tutikian, com base nessa seleção do próprio autor.

Sobre o Autor

Fernando Pessoa foi filósofo, escritor e poeta português. Nasceu em Lisboa, em 1888, e estudou na África do Sul em uma escola católica irlandesa. O poeta teve uma vida discreta e solitária; morreu em 1935, vítima de uma cirrose hepática. Fernando Pessoa publicou apenas quatro obras, três delas em inglês. O escritor traduziu do inglês para o português vários outros livros, como obras de Shakespeare e Edgar Allan Poe. Pessoa também criava e...
Veja todas as obras deste Autor.

Detalhes do Produto

    • Ano de Edição: 2006
    • Ano:  2016
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  2000176122474
    • ISBN:  9788525427823

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO