Aguarde...

PROLEGOMENOS PARA UMA ONTOLOGIA DO SER SOCIAL


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Filosofia

Sinopse

Após a publicação da primeira parte de sua estética, em 1963, o filósofo húngaro György Lukács começou a trabalhar no projeto de uma ética que sintetizaria sua trajetória intelectual. Em suas investigações, porém, notou a 'necessidade de uma elaboração prévia - a determinação histórico-concreta do modo de ser e de reproduzir-se do ser social', como aponta José Paulo Netto, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Esses esforços são concluídos em 1969 e publicados postumamente com o título de 'Para uma Ontologia do ser Social'. Com o objetivo de explicar alguns conceitos apresentados, no início dos anos 1970 Lukács passa a trabalhar no manuscrito do que seriam os 'Prolegômenos Para uma Ontologia do ser Social - Questões de Princípios Para uma Ontologia Hoje Tornada Possível', publicados também postumamente, em 1984 e apresentados nesta obra.

Detalhes do Produto

    • Ano:  2010
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788575591161
    • ISBN:  8575591169
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 23.00 cm
    • Largura: 16.00 cm
    • Peso: 0.45 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  416

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO