Aguarde...

REPENSAR O MAL - DA PONEROLOGIA A TEODICEIA



Produto sob encomenda
Previsão: 4 Semanas + Frete

Calcule prazo de entrega e frete:

 - 
Este produto pode ser retirado em loja

Sinopse

O pensamento de Andrés Torres Queiruga é permeado pela busca incessante do sentido histórico das ideias teológicas. Busca que se traduz em retorno obediente à Tradição para de novo redizê-la, na liberdade e no diálogo com a cultura, nas categorias deste tempo. A presente obra é mais uma amostra disso. Em seu propósito de repensar o mal, expõe uma visão que diferencia uma via curta (a base verdadeira da visão tradicional, apoiada na confiança) e uma via longa (que distingue ponerologia, pisteodiceia e teodiceia propriamente dita); insiste na lógica do apesar de diante de qualquer finalismo do mal; responde à dificuldade do mal excessivo ou possibilidade de salvação escatológica, e, finalmente, atualiza a compreensão de temas tão vivos como o pecado original, a providência, o milagre, a oração de petição, o holocausto e o inferno. Este livro quer repensar o mal levando em conta com toda a consequência a secularidade. Partindo do mundo, como se Deus não existisse, obriga a começar a partir de baixo, respeitando a autonomia de seu funcionamento. Então o problema - pela primeira vez em sua história - se estrutura em três passos diferentes. A ponerologia mostra que a finitude, constitutivamente carencial e contraditória, torna inevitável o surgimento do mal. A pisteodiceia parte desse resultado e indica que toda visão do mal é uma resposta, uma fé que deve ser justificada- seja a náusea sartriana ou a esperança religiosa. A teodiceia é então a pisteodiceia cristã, que agora pode romper o dilema, alcançar coerência e apresentar Deus como o Antimal.

Detalhes do Produto

    • Ano:  2011
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788535628593
    • ISBN:  8535628592
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 23.00 cm
    • Largura: 15.50 cm
    • Peso: 0.43 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  328

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO