Aguarde...
 

RUA DOS ARTISTAS E TRANSVERSAIS


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Contos e Crônicas

Sinopse

Na década de 1970, os leitores de 'O Pasquim' se deliciavam com os textos de Aldir Blanc publicados no jornal. Desde a sua estréia, para a edição do Natal de 1975, com a crônica "Fimose de Natal", Aldir Blanc conquistou uma legião de fãs, de carteirinha. Dezenas de (ótimas) crônicas depois, a Codecri, editora do Pasquim, reuniu nos dois livros - Rua dos Artistas e Porta de Tinturaria a produção jornalística do autor. Publicados originalmente em 1978 e 1981, os livros costuram histórias hilariantes e comoventes, diretamente inspiradas na infância de Aldir Blanc, que transforma suas memórias do subúrbio carioca num Amarcord de alcance tão universal quanto o de Federico Fellini. Reunidas agora em um único volume, as histórias compiladas em 'Rua dos Artistas' e 'Porta de Tinturaria' estão de volta. Esta edição acrescenta mais 14 crônicas do autor, publicadas na revista Bundas (na década de 1990) e no caderno B do Jornal do Brasil (de 2006). Parceiro de João Bosco, Paulinho da Viola, Guinga, Maurício Tapajós, Moacyr Luz e Ivan Lins, vencedor do Prêmio Shell de Música de 2004, pelo conjunto de sua obra, Aldir Blanc é letrista de clássicos da música popular brasileira como 'O bêbado e a equilibrista', 'Dois pra lá, dois pra cá' e 'Nação. Psiquiatra de formação', usa uma metáfora médica para definir sua criatividade - "Compositor e escritor vivem juntos. Para o bem e para o mal são siameses e, se tentarem uma operação para separá-los os dois morrem."

Detalhes do Produto

    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788522006427
    • ISBN:  8522006423
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 15.50 cm
    • Largura: 23.00 cm
    • Peso: 0.76 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  432

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO