Menu
Todo o site em 10x Sem Juros - Clique e confira o regulamento

ASSASSINATO DE REPUTAÇOES - UM CRIME DE ESTADO

Formato: Livro

Autor: TUMA JUNIOR, ROMEU

Idioma: PORTUGUES

Editora: TOPBOOKS

Assunto: CIÊNCIAS SOCIAIS - CIÊNCIA POLÍTICA

De R$69,90

Por R$62,30*

ou em até 3x de R$ 20,76
sem juros no cartão de crédito

ou até 6x R$ 10,38 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard e ainda ganhe 623 pontos no programa +cultura.

Clique para Comprar
Comprar

Disponibilidade

Como funciona nossa entrega

Produto disponível. Veja as localidades e condições da Entrega Foguete.
Receba no mesmo dia. Confira as regras.
Disponibilidade de acordo com a quantidade de produtos em estoque.

Entrega Foguete

Compre junto: R$ 107,30
ou em até 3x de R$ 35,77
sem juros no cartão de crédito

Agora você pode participar do nosso site inserindo seus vídeos, suas imagens e links para seu blog ou website. Clique nos ícones ao lado e participe!

Especificações Tecnicas

ISBN:

ISBN-13:

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Altura: 23 cm

Largura: 16 cm

Edição:

Ano de Lançamento: 2013

Número de páginas: 560

Sinopse

Romeu Tuma Júnior, ex-secretário nacional de Justiça, empreende aqui uma verdadeira devassa nos métodos postos em prática durante o governo Lula. Com longa experiência em investigação no Brasil e no exterior, e tendo ocupado todos os cargos importantes na Polícia Federal, o autor foi colaborador próximo do pai, Romeu Tuma - respeitado diretor do Dops e senador da República. Neste depoimento, o autor conta o que viu e o que ouviu do pai sobre o convívio com o então sindicalista Lula, preso 'especial' no Dops; explica o assassinato do prefeito Celso Daniel, de cuja investigação participou; analisa em profundidade como funcionaram, na última década, órgãos de segurança institucional como a Polícia Federal e a Abin; mostra as provas do grampo telefônico no STF; revela como são tratados os desafetos políticos e os empresários incômodos ao governo, e qual o objetivo real de operações midiáticas como a Trovão, a Chacal e a Satiagraha, entre muitos outros temas polêmicos. Num relato desassombrado e contundente, Tuma Jr. também desconstrói a campanha de que foi vítima ao se recusar a pôr em prática os métodos nada republicanos de alguns figurões do governo Lula. Os retratos que pinta dos poderosos de plantão são devastadores, e impressionam pelo realismo e pela minúcia de detalhes. Além do precioso arquivo do pai, que conhece profundamente, Romeu Tuma Junior é um metódico arquivista de tudo que viveu e experienciou. Essa singularidade do seu temperamento faz de 'Assassinato de reputações - um crime de Estado' um livro fundamental para se entender, por dentro, a engrenagem do poder no Brasil dos nossos dias.

  • 27 Opiniões:

    Opine
  • 28/07/2014

    Fábio

    Interessante, processem o autor... Mas por que não fazem isso? Estranho...

  • 10/06/2014

    Giovanni

    Arremedo de mentiras e invenções

  • 24/04/2014

    Jorge Alberto da C. Rodrigues

    Se apenas metade do que é relatado no livro for verdadeiro, já será o suficiente para corroborar aspectos repugnantes do Estado policial em que vivemos atualmente no Brasil. O partido governista aparelhou diversas instituições da república e as utiliza para traficar influência, ter acesso a benesses indevidas e perseguir pessoas que incomodam o governo. É nítida a intenção do partido governista de transformar o Brasil em um regime semelhante ao bolivariano existente na Venezuela. Felizmente, no Brasil, a tradição democrática é mais forte e as instituições republicanas mais consolidadas; assim, os donos do poder encontram alguma dificuldade em por em prática os seus anseios nefastos.

  • 20/04/2014

    Carolina Maria Araujo de Almeida

    O livro vai me dando náuseas a cada página. Leitura obrigatória para todos os brasileiros.

  • 17/03/2014

    Marcos Santos

    ESTAMOS SOB CONTROLE DO CRIME ORGANIZADO.... DEFINITIVAMENTE

  • 16/03/2014

    Antonio Augusto

    Revela como a canalhada socialista age no Brasil, mais precisamente como o PT vem aparelhando instituições como a PF e assim podemos avaliar o que essa gente tem feito no STF. Lendo livros como esse a gente pode concluir que vivemos a maior roubalheira de todos os tempos no Brasil

  • 15/03/2014

    Luiz Jacir Zambão

    O povo brasileiro foi enganado, pois vivemos uma verdadeira ingerência nacional em todos setores.
    É triste saber que somos governados, ou melhor, enganados por um partido com ideologias ultrapassadas.

  • 14/03/2014

    Gabriela

    Incrivelmente esclarecedor e minucioso para se entender este momento tão conturbado e triste da história do Brasil. Conseguimos a democracia para cair num Estado de mentiras, imcompetência e desrespeito às instituições. Deveria ser leitura obrigatória nas escolas.

  • 07/03/2014

    Mi Alves

    Trata-se de um excelente livro que tenta abrir os olhos do povo brasileiro, mais peço ao Sr. Cosme que leia e seja um pouco culto antes de falar mal, pois o Romeu Jr não morreu e sim seu pai que não tem nada a ver com o livro. Por causa de pessoas deste tipo que moramos num país de terceiro mundo.

  • 26/02/2014

    ÁLVARO COSTA

    ÓTIMO LIVRO. LI E ESTOU À ESPERA DO 2º VOLUME. AS MÁSCARAS ESTÃO CAINDO... HOJE POSSO DIZER QUE ESTAVAM CERTAS AS PESSOAS QUE AFIRMAVAM QUE O MOVIMENTO ARMADO CONTRÁRIO A DITADURA, QUERIA DERRUBÁ-LOS PARA IMPLANTAR UMA DITADURA AOS MOLDES CUBANOS MUITO MAIS DURA. ATÉ AGORA, NINGUÉM CONTESTOU O QUE ESTÁ DITO NO LIVRO, PORQUE? NINGUÉM PROCESSOU O AUTOR, NEM O BARBA, PORQUE? SERIA O SILÊNCIO DOS CULPADOS? QUEM DEVE TEME...

  • 02/02/2014

    Cosme jose de aguiar

    Não é porque morreu que virou SANTO me engana que eu gosto quem quiser ler biografia politica tenho òtimas sugesttões leiam as de Marta, Luis Ínacio, Sarney, Tancredo, Dilma,Collor, e etc são todos iguais morrem no mesmo denomindor comum. MONEY

  • 29/01/2014

    Renato Goulart

    Fui estudante na época da ditadura. Acho que estamos vivendo num país com a falsa impressão de liberdade de expressão, mas a verdade é que esse governo é pior do que os governos Stalin e Puttin juntos em termos de Liberdade!!! Tenho saudade da época em que podíamos falar o que pensávamos sem medo de represálias. Copa do Mundo e Olimpiada é o maior golpe na população é dai que será desviado todos os recursos para perpetuação no poder. Agora se o Barba não sabia de nada na época do mensalão, quem estava governando esse país? O JD? Então revoguem tudo que foi aprovado pelo congresso!!!!

  • 22/01/2014

    Paulo E V Rosato

    Estou quase no fim do livro, vindo de um governo do PT essa pouca vergonha não é novidade.
    Nenhuma novidade também é a falta de ação por parte da justiça pois os casos relatados na minha opinião são somente a ponta do iceberg existe muitos outro que o Sr. Tuma Jr. não relatou senão o livro seria imenso.
    Nenhuma novidade também a falta de indignação por parte da população que sustenta tudo que esta ai.
    Precisamos com urgência de mais e mais pessoas que façam como o Sr. Tuma Jr. Parabéns pelo livro estou adorando

  • 18/01/2014

    Leandro Felipe Bueno Tierno

    Acabei de ler o livro ASSASSINATO DE REPUTAÇÕES, de Romeu Tuma Júnior, em depoimento a Cláudio Tognolli. Eu esperava mais detalhes picante no livro, onde ele buscou revelar 2 aspectos principais: 1 O fato alegado de que Lula, que teria o apelido de Barba, seria informante do DOPS, na época da ditadura; 2 A manipulação de investigações na Polícia Federal, no governo Lula, com o intuito de focar os alvos em inimigos políticos dos petistas, como Perillo governador de Goiás, Serra/Alckmin, etc. Por outro lado, os críticos, irão dizer que Romeu Turma Jr. escreveu esse livro, para livrar sua reputação, que saiu chamuscada com a acusação de sua ligação com a máfia chinesa, o que nunca foi provada na Justiça. Ou então que o livro seria uma raiva interior pelo fato de Tuma Jr. associar a morte do seu pai à investida que considera sórdida de Lula com relação à sua pessoa. De qualquer forma, são denúncias importantes trazidas no livro, que mereceriam uma análise corajosa e imparcial, de quem preza pela verdade factual.

  • 11/01/2014

    FABIO DEL PALACIO ALVARENGA

    Como já disse para algumas pessoas, os bastidores do mundo político brasileiro é escabroso. Ainda mais trabalhando na Administração Pública Federal e, por conta disso, tendo um conhecimento maior que o da população em geral sobre a podridão do sistema, vejo as declarações de Romeu Tuma Jr como estarrecedoras, porém completamente plausíveis e possíveis. Recomendo a todos a leitura.

  • 09/01/2014

    REGINALDO PEREIRA DA SILVA

    Quero aqui externar de público que precisamos repensar o Brasil. Nós leitores, formadores de opinião temos visão de mundo... Lê e refletir é o conselho que deixo para os mais jovens e por favor se interessem política sim...

  • 09/01/2014

    REGINALDO PEREIRA DA SILVA

    Recebi a obra ontem na Livraria Cultura aqui em Recife e já comecei lê varei noite e parte da madrugada. É estarrecedor. Vou terminá-lo antes do prazo que estabeleci. Muita coisa precisa ser repensada nas próximas eleições.

  • 07/01/2014

    Eduardo Cândido

    Basta observar o nível das manifestações contrariadas dos esquerdistas para ter certeza de que o livro é bom. Tudo aquilo que enfurece a patrulha só pode ser bom.

  • 05/01/2014

    Fernando

    Em um Estado aparelhado que tem como meta calar a imprensa com o subterfúgio de regular a mídia, o livro de Tuma Jr. e Tognoli chega para mostrar a verdade nua e crua sob o modus operandi que sustenta o PT no poder, bem como sua face de facção criminosa organizada, como nos melhores estilos da máfia italiana.

    Corajoso, Tuma Jr. expõem essa facção que nunca teve um plano para o país, mas sim um plano de poder.

    A obra ajuda a entender o caos para o qual caminha o Brasil em todas as esferas, mas principalmente na econômica e social.

  • 05/01/2014

    amaury

  • 02/01/2014

    Tadeu Zanoni

    É um depoimento como dito na capa. Faltou edição, faltaram notas explicativas. O depoimento é verborrágico e repetitivo. O que mais se diz ao longo do mesmo é que o autor é homem honrado, que tem um excelente nome e que tudo aprendeu com o pai, etc etc etc. Repete milhares de vezes que tem 30, 35 anos de polícia e que sabe tudo de trás pra frente, etc etc etc. Verborrágico. Tremendamente decepcionante. As situações são jogadas às dezenas e o leitor fica confuso, sem entender a relevância de 90% de tudo aquilo.

  • 01/01/2014

    Eduardo

    Nem mesmo os torturadores do Doi-Codi, oficiais do antigo SNI e arapongas da ditadura tiveram a cara de pau de acusar Lula de informante. Incrível que só o Tuminha tivesse essa informação privilegiada e só agora, depois de tanto tempo e tantas confusões em que se meteu, resolveu contar essa história. O incrível é que dão visibilidade a essa lorota!
    É o desespero da direita!

  • 31/12/2013

    T O Santos

    Negar o teor de um livro apenas atacando o passado de seu autor é tolice. Se Dirceu resolvesse escrever seu livro de confissões de crimes petistas deveríamos queimá-lo antes de lê-lo por ser presidiário julgado e condenado? O importantíssimo livro dispõe de bastantes registros dentro de características próprias. Possui estilo livre na apresentação dos fatos. Isso se deve justamente a sua essência de depoimento. Lembre-se, estilo livre não é sinônimo de desordenado ou indefinido. Claudio Tognolli é o redator que engendra a linguagem de Tuma Jr que torna-se, neste caso, método intencional apropriado de depoimento, pois se Tuma Jr e o pai foram por décadas membros internos da alta cúpula policial de vários governos federais, declarações suas oficiais publicadas em livro têm valor documental. Ainda que haja ressalvas a Romeu Tuma sênior e seu período de ditadura, ele é figura parte da História política brasileira. Contudo, claro, não poderia ser a validade testemunhal base única do conteúdo das denúncias posto que, obviamente, a palavra de um agente interessado no processo não garante toda veracidade das acusassões. Romeu Tuma Jr. traz seletos trechos de fichas, escutas da PF e documentos comprobatórios. Porém, se o relato se ressumisse à reprodução facsímile de papéis teria milhares de páginas e nenhuma organização inteligível aos leitores. Seria apenas um catálogo esparso, não um livro. Nenhum texto do gênero é organizado desta maneira. A lógica da denúncia da obra é bem mais inteligente e eficaz. O texto sequencial organiza cronologicamente acontecimentos políticos da trajetória lulista e suas respectivas ações ligando com precisão vários elementos aparentemente díspares recolhidos de jornais, revistas, estatísticas registradas, divulgações oficiais de órgãos governamentais, dados da PF, anotações, trechos de escutas e livros já publicados entretanto pouco conhecidos pelo grande público. Isso gera discurso apurado, ordenado e de difícil refutação, pois inúmeros fatos são conectados de modo único cuja coesão improvavelmente seria mero fruto da invenção falaciosa de um inimigo político. Assemelha-se muito mais a gigantesco quebra-cabeças finalmente montado que a suposta ilação difamatória. Soma-se a isto o fato de Tuma Jr. ser - apesar das críticas que mereça receber como homem público - inegável especialista em questões policiais e investigativas, e como o modus operandi do livro é expor usos lulopetistas de um Estado policial contra adversários visando sempiternidade partidária no poder, suas análises auxiliam a elucidar coerentemente diversos mistérios como as incongruências do caso Celso Daniel e esmiuçar o funcionamento técnico de investigações ilegais como a espionagem ao STF. O relato, enfim, dá sentido a vários escândalos lulopetistas do Luis Inácio colaboracionista na ditadura ao mensalão do PT. Tudo isso não significa que o trabalho esteja livre de críticas. A obra tem ponto negativo: excessiva percepção de completa inocência lançada em tom biográfico sobre Romeu Tuma pai e filho. O livro faz questão de afirmar total correção de ambos Tumas como se sempre houvessem sido apenas dois fiéis funcionários a serviço do Estado brasileiro: postura de auto-expiação. Eles próprios seriam vítimas dos assassinos de reputações.

  • 31/12/2013

    Carlos Roque

    São apresentados fatos importantes de como um partido utiliza as instituiuções de estado para interesse próprio.

  • 31/12/2013

    Gabriel Rodrigieus

    Como numa sociedade democrática o ex diretor de um órgão como o DOPS pode ser respeitável?

  • 30/12/2013

    Antonio Platt

    ...mas quem é Tuma Jr. para acusar alguém? Se o ái já não podia apontar o dedo, imagine o filho, que está envolvido até com a máfia chinesa...

  • 27/12/2013

    Aluizio B. Margarido

    O autor mostra muito rancor e se coloca muitas vezes de forma passional, mas mostra uma fabrica de dossies e de um poder paralelo como praticado na Venezuela e na Argentina onde o estado de direito nem sempre existe. Um livro alerta que deve ser lido e compreendido.

Opinião do Leitor

ATENÇÃO
Os preços dos produtos estão sujeitos a alteração sem prévia comunicação.
Os pedidos ficam condicionados a disponibilidade do estoque da Livraria Cultura e de nossos fornecedores (editoras e distribuidores).

*Produto com preço promocional: Produtos promocionais não acumulam pontos no programa +cultura. Consulte o regulamento do programa.

Tags desse produto

Biografias (1)

Minhas tags para esse produto

Para atribuir suas Tags para este produto, clique aqui e faça seu login.

Últimos produtos visualizados

Quer saber o que andou olhando?

ASSASSINATO DE REPUTAÇOES - UM CRIME DE ESTADO

Romeu Tuma Júnior, ex-secretário nacional de Justiça, empreende aqui uma verdadeira devassa nos métodos postos em prática durante o governo Lula. Com longa experiência em investigação no Brasil e no exterior, e tendo ocupado todos os cargos importantes na Polícia Federal, o autor foi colaborador próximo do pai, Romeu Tuma...

  • Livro

    ASSASSINATO DE REPUTAÇOES...

    ROMEU TUMA JUNIOR

     R$62,30*
     

Fique atento! A disponibilidade de estoque de alguns produtos não é a mesma no site e nas lojas físicas. Os preços e condições aqui indicados são válidos apenas para compras online.
Em nossas lojas, por favor, consulte um vendedor.

Atenção: Os brinquedos divulgados em nosso site possuem certificação do Inmetro.

Livraria Cultura S/A | www.livrariacultura.com.br | Av. Paulista 2073, Ed. Horsa II, 8º andar, Cerqueira Cesar, CEP 01311-940, São Paulo - SP - Brasil
CNPJ 62.410.352/0001-72 | IE 111.133.781.116 | PABX 11 3170-4033

Livraria Cultura

Todos os direitos reservados. Copyrights 2014.