Menu
Todo o site em 10x Sem Juros - Clique e confira o regulamento

POR QUE O OCIDENTE VENCEU

MASSACRE E CULTURA - DA GRÉCIA ANTIGA AO VIETNà

Formato: Livro

Autor: HANSON, VICTOR DAVIS

Idioma: PORTUGUES

Editora: EDIOURO EDITORA - RJ

Assunto: HISTÓRIA GERAL

ESGOTADO NO FORNECEDOR

Disponibilidade

Como funciona nossa entrega

Esgotado no fornecedor

Agora você pode participar do nosso site inserindo seus vídeos, suas imagens e links para seu blog ou website. Clique nos ícones ao lado e participe!

Especificações Tecnicas

ISBN:

ISBN-13:

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Edição:

Ano de Lançamento: 2002

Número de páginas: 704

Sinopse

Este livro é um trabalho abrangente e ambicioso de história militar e cultural, onde o autor argumenta de maneira convincente que tudo pode ser explicado pelo jeito ocidental de matar. O objetivo desta obra não é discutir a moralidade ocidental, mas sim o seu poder militar. O autor recria nove confrontos importantes entre exércitos ocidentais e não-ocidentais, objetivando explicar as razões para a hegemonia ocidental, para a dominação global do Ocidente. Hanson enumera as características dos exércitos bem-sucedidos e mostra de que maneira estas características se desenvolvem e florescem como resultado de instituições tão tipicamente ocidentais quanto o governo consensual, a liberdade de investigação e a iniciativa inovadora, o racionalismo e o valor dado à liberdade e ao individualismo.

  • 4 Opiniões:

    Opine
  • 15/09/2007

    Cesar Campiani Maximiano

    O que Pedro Paulo Rezende ignora ignora é que as ''apenas'' 20 divisões alemãs que compuseram a Ofensiva das Ardenas atacaram um setor do front Americano guarnecido apenas por tropas cansadas, incompletas e inexperientes.

    Além disso se contradiz ao dizer que o fator decisivo para a vitória é sempre tecnológico. Na Segunda Guerra Mundial os alemães detinham a supremacia tecnológica. Dispunham do melhor armamento e melhores cientistas. Do armamento de infantaria às minas terrestres, dos carros de combate aos aviões de caça, toda tecnologia bélica alemã era superior ao que os Aliados tinham para colocar em campo. Felizmente, a autocracia nazista personificada por Hitler (que dava palpite em tudo, desde distintivos de combate até fuzis de assalto) impediu que muitas armas que poderiam ter sido decisivas fossem produzidas em quantidades que pudessem afetar o desenvolvimento do conflito.

    Rezende também esquece que o Exército Soviético penou por quatro anos até conseguir empurrar os alemães de volta, a um custo em vidas que até hoje é desconhecido. No mesmo tempo, os americanos, que prezavam a economia de vidas, não só forneceram víveres e armaento aos soviéticos, como também aniquilaram a capacidade industrial alemã - além de darem uma bela sova na arrogante Werhmacht.

  • 26/01/2007

    André Sediyama

    O Livro é muito objetivo na sua argumentação. É uma descrição clara de como o ocidente lutou as guerras do passado e como poderá perder as atuais se continuar deixando seus inimigos dominarem a mídia.

  • 01/03/2004

    Carlos

    Estamos em 2004, e ainda existem pessoas querendo provar que "ocidente" é superior a "oriente".
    Pergunto: o que é oriente? e o que é ocidente?
    Obviamente, geograficamente isso é fácil.
    Então vamos perguntar: a rica e sábia cultura hebraica é oriental ou ocidenta? Tem 5000 anos de história, e geograficamente Israel fica no Oriente Médio, mas os judeus são então orientais?
    E mesmo que essas pessoas conseguissem provar que o "ocidente" é superior a "oriente", existiram, existem e existirão pessoas ditas não-ocidentais, que são muito mais sábias do que esses, pois estão vivendo muito melhor as suas vidas, pois não precisam provar nada, portanto não vivem com preocupações desse tipo, que só serve para provocar mais desunião e conflito entre a nossa espécie.

  • 08/02/2004

    A.Frassetto

    Este é um livro absolutamente instigante. Principalmente se for lido após o famoso livro de Jared Diamond, pois os dois possuem algo em comum : não estão a serviço de uma ideologia. Hanson procurou associar o desenvolvimento ocidental a uma cultura de liberdade de opinião que resultou na democracia, mesmo quando esta liberdade esteve reduzida ao mínimo (reduzida é diferente de eliminada). Agora, se você considera que democracia é uma simples ideologia não leia este livro.
    Hanson foi muito corajoso pois a generalização que tentou efetuar sempre estará sujeita a exceções. Porém, não acredito que as exceções invalidem suas conclusões. A primeira coisa que deve ser lembrada ao ler este livro é que ele foi escrito basicamente para contrapor as idéias divulgadas internamente nos Estados Unidos. Este fato por si só já é bastante esclarecedor, e acaba com muitos mitos tão em moda atualmente.
    O autor demonstra que a influência dominante européia não foi fruto do acaso, da geografia, da genética, do clima, ou da simples maldade. A democracia foi criada na Europa, na Grécia e não em outro lugar. A democracia se expandiu na Europa e não em outro lugar. A democracia se estabeleceu no ocidente e não em outro lugar. Algumas pessoas podem passar o resto de suas vidas tentando negar isto de forma dissimulada, mas elas deviam pelo menos ser honestas e dizer isso abertamente.
    A predominância militar ocidental, seja ela praticada por ocidentais ou por não-ocidentais, decorre da cultura ocidental.
    Algo deve ser lembrado antes de ler este livro : a tecnologia decorre da cultura de uma sociedade. Sempre. A leitura de “A Riqueza e a Pobreza das Nações”, de David Landes, serve para explicar isto.
    Nossa tragédia brasileira é esquecer este fato. Da mesma forma, a tragédia da maior parte da população deste planeta é não acreditar nisto. Se você não sabe de onde vem a tecnologia, se você não sabe a razão de alguns países desenvolverem muito mais tecnologia do que outros, então você ainda tem muito o que aprender. Neste ponto, este livro poderá ajudá-lo.
    Por último, gostaria apenas de dizer que algumas das considerações de Hanson de certa forma podem ser vistas no livro de John Keegan, “Uma História da Guerra”.

Opinião do Leitor

  • 4 Opiniões:

    Opine
  • 15/09/2007

    Cesar Campiani Maximiano

    O que Pedro Paulo Rezende ignora ignora é que as ''apenas'' 20 divisões alemãs que compuseram a Ofensiva das Ardenas atacaram um setor do front Americano guarnecido apenas por tropas cansadas, incompletas e inexperientes.

    Além disso se contradiz ao dizer que o fator decisivo para a vitória...+ ver mais

  • 26/01/2007

    André Sediyama

    O Livro é muito objetivo na sua argumentação. É uma descrição clara de como o ocidente lutou as guerras do passado e como poderá perder as atuais se continuar deixando seus inimigos dominarem a mídia.

Voltar

GUERRA SEM IGUAL, UMA - COMO ATENIENSES

Este livro traz uma abordagem do conflito entre Atenas e Esparta, que resultou no colapso de Atenas. O autor procura oferecer um relato cronológico que explicita os antecedentes políticos da época, o pensamento estratégico dos combatentes, a desgraça de uma batalha em cenários multifacetados e uma compreensão de como esses...

SAVIOR GENERALS, THE - HOW FIVE GREAT COMMANDERS

Leading military historian Victor Davis Hanson returns to non-fiction in "The Savior Generals," a set of brilliantly executed pocket biographies of five generals who single-handedly saved their nations from defeat in war. War is rarely a predictable enterprise--it is a mess of luck, chance, and incalculable variables....

AUTUMN OF WAR - WHAT AMERICA LEARNED FROM SEPTEMBE

On September 11, 2001, hours after the terrorist attacks on New York and Washington, the eminent military historian Victor Davis Hanson wrote an article in which he asserted that the United States, like it or not, was now at war and had the moral right to respond with force. An 'Autumn of War', which opens with that first...

WHY THE WEST HAS WON - CARNAGE AND CULTURE

A history of the rise to dominance of the West, exploring the links between cultural values and military success. It studies nine major clashes between West and non-West, arguing that the West won not just because of technology, but because of its focus on individualism and democratic rights.

GUERRES GRECQUES, 1400-146 AV. J.-C.

Quand on évoque l'héritage de la Grèce antique, on entend les mots architecture, sculpture, science, philosophie, poésie, politique rarement art militaire ou guerres. Or celles-ci sont au coeur de leur histoire et de notre héritage. Peu de cultures furent aussi belliqueuses que les cités-États de la Grèce antique tout...

FIELDS WITHOUT DREAMS

America's disappearing family farmer is often portrayed as either a figure of pitiable tragedy or glorified romance. But in one of the most unusual books ever written on farming, farmer and Greek scholar Victor Davis Hanson eloquently explains how neither portrait conveys what really matters about farming. As the family...

WAR LIKE NO OTHER, A

Hanson’s perceptive analysis of events and personalities raises many thought-provoking questions - Were Athens and Sparta like America and Russia, two superpowers battling to the death? Is the Peloponnesian War echoed in the endless, frustrating conflicts of Vietnam, Northern Ireland, and the current Middle East? Or was...

WARS OF THE ANCIENT GREEKS

This account covers a millennium of Greek warfare. With commissioned battle maps and vivid illustrations, the author takes the reader into the heart of Greek warfare, classical beliefs, and heroic battles. This colorful portrait of ancient Greek culture explains why their approach to fighting was so ruthless and so successful....

WHO KILLED HOMER? - THE DEMISE OF CLASSICAL

An in-depth study of why the Greek point of view is crucial to a well-rounded education, 'Who Killed Homer?' analyzes how and why it is vanishing from the present-day educational system. The literature, art, philosophy, and values of the Classical World have been synonymous with Western education itself. The traditions...

MEXIFORNIA

'Mexifornia' is part history, part political analysis, and part memoir. It is a personal book about what has changed in the California over the last quarter century, and how the real losers in the chaos caused by hemorrhaging borders are the Mexican immigrants themselves. This book aims to be an indictment of the policies...

LANDMARK THUCYDIDES, THE

Thucydides called his account of two decades of war between Athens and Sparta 'a possession for all time', and indeed it is the first and still the most famous work in the Western historical tradition.

FATHER OF US ALL, THE

'The Father of Us All' brings together much of Victor Davis Hanson's finest writing on war and society, both ancient and modern. The author has gathered a range of essays, and combined and revised them into a textured work that explores such topics as how technology shapes warfare, what constitutes the 'American way of...

Voltar

GUERRA SEM IGUAL, UMA - COMO ATENIENSES

Livro

 R$62,00
 

SAVIOR GENERALS, THE - HOW FIVE GREAT COMMANDERS

Livro

 R$87,70
 

OTHER GREEKS

Livro

 R$88,10
 

AUTUMN OF WAR - WHAT AMERICA LEARNED FROM SEPTEMBE

Livro

 R$40,70
 

WHY THE WEST HAS WON - CARNAGE AND CULTURE

Livro

 R$53,20
 

GUERRES GRECQUES, 1400-146 AV. J.-C.

Livro

 R$125,70
 

RIPPLES OF BATTLE

Livro

 R$50,00
 

FIELDS WITHOUT DREAMS

Livro

 R$68,80
 

BETWEEN WAR AND PEACE

Livro

 R$43,70
 

WAR LIKE NO OTHER, A

Livro

 R$50,00
 

WARS OF THE ANCIENT GREEKS

Livro

 R$56,40
 

WHO KILLED HOMER? - THE DEMISE OF CLASSICAL

Livro

 R$56,20
 

MEXIFORNIA

Livro

 R$56,20
 

LANDMARK THUCYDIDES, THE

Livro

 R$140,90
 

WESTERN WAY OF WAR, THE

Livro

 R$95,90
 

HOW THE OBAMA ADMINISTRATION THREATENS TO UNDERMIN

Livro

 R$18,80
 

FATHER OF US ALL, THE

Livro

 R$78,30
 

MAKERS OF ANCIENT STRATEGY

Livro

 R$87,50
 

FATHER OF US ALL, THE

Livro

 R$53,30
 
Avançar
ATENÇÃO
Os preços dos produtos estão sujeitos a alteração sem prévia comunicação.
Os pedidos ficam condicionados a disponibilidade do estoque da Livraria Cultura e de nossos fornecedores (editoras e distribuidores).

Tags desse produto

Para atribuir suas Tags para este produto, clique aqui e faça seu login.

Últimos produtos visualizados

Quer saber o que andou olhando?

POR QUE O OCIDENTE VENCEU

Este livro é um trabalho abrangente e ambicioso de história militar e cultural, onde o autor argumenta de maneira convincente que tudo pode ser explicado pelo jeito ocidental de matar. O objetivo desta obra não é discutir a moralidade ocidental, mas sim o seu poder militar. O autor recria nove confrontos importantes entre...

  • Livro

    POR QUE O OCIDENTE VENCEU

    VICTOR DAVIS HANSON

    Esgotado no Fornecedor
     

Fique atento! A disponibilidade de estoque de alguns produtos não é a mesma no site e nas lojas físicas. Os preços e condições aqui indicados são válidos apenas para compras online.
Em nossas lojas, por favor, consulte um vendedor.

Atenção: Os brinquedos divulgados em nosso site possuem certificação do Inmetro.

Livraria Cultura S/A | www.livrariacultura.com.br | Av. Paulista 2073, Ed. Horsa II, 8º andar, Cerqueira Cesar, CEP 01311-940, São Paulo - SP - Brasil
CNPJ 62.410.352/0001-72 | IE 111.133.781.116 | PABX 11 3170-4033

Livraria Cultura

Todos os direitos reservados. Copyrights 2014.