Aguarde...
 

AS DERIVAS DA ARGUMENTAÇAO CIENTIFICA


Produto Indisponível

Sinopse

Será que a ciência gera, sempre, um saber racional? Ou, no melhor dos casos, chegará a fabricar crenças racionais? Como nascem estas últimas? Que objectivo anima então os cientistas? O irracional não estará já, em germe, na ciência? Em que sentido estas tendências encontram as teses relativistas da nova sociologia da ciência segundo as quais não existe verdade objectiva? A racionalidade científica será apenas uma relação de forças, uma fabricação laboratorial? Estas são as questões essenciais colocadas por esta obra. O autor empreende dar-lhes resposta procedendo à análise das teorias desenvolvidas por alguns cientistas contemporâneos como René Thom, Ilya Prigogine, Henri Atlan. Tomando em consideração os progressivos graus da irracionalidade, o autor procura provar, por contraste, a resistência do racional.

Detalhes do Produto

    • Origem:  NACIONAL
    • Editora: INSTITUTO PIAGET
    • Edição:  1
    • Ano:  2000
    • Idioma: PORT. PORTUGAL
    • País de Produção: Portugal
    • Código de Barras:  9789727713240
    • ISBN:  9727713246
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 24.00 cm
    • Largura: 16.00 cm
    • Peso: 0.52 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  362

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO