Aguarde...
 

PARQUES URBANOS

USO E PERCEPÇÃO DE ÁREAS VERDES NO RIO DE JANEIRO



Produto disponível no mesmo dia no aplicativo Kobo, após a confirmação  do pagamento!

Sinopse

A existência de áreas verdes nas cidades, sobretudo na forma de parques urbanos, é destacada como um fator determinante para a qualidade de vida local pois, além de oferecer um espaço para o convívio e o lazer da população, estas áreas proporcionam um embelezamento da paisagem e uma série de serviços ambientais que contribuem para a melhoria do clima local. A fim de identificar as características vitais para o bom funcionamento destes espaços, foram analisadas seis cidades reconhecidas como referências em termos de políticas públicas de áreas verdes: Curitiba, Freiburg, Londres, Nova Iorque, Seul e Singapura. Desta primeira análise, tornou-se evidente a importância de uma abordagem à escala da cidade e a importância da participação da população na implantação dessas medidas. Em um segundo momento, foram analisados dois dos maiores parques da cidade do Rio de Janeiro: o Parque do Flamengo e o Bosque da Barra. Objetivou-se entender o papel dos parques numa cidade cuja identidade já é fortemente associada ao seu patrimônio natural. Foram conduzidas entrevistas presenciais com os usuários dos parques e uma enquete ‘online’ com a população carioca para entender a percepção da população sobre estes espaços. Nestas entrevistas, foi observada uma diferença entre a percepção dos usuários dos parques e dos entrevistados no meio virtual. Coletar as opiniões das pessoas é importante para adequar a cidade aos desejos e às reais necessidades da população.

Detalhes do Produto

    • Formato:  ePub
    • Subtítulo:  USO E PERCEPÇÃO DE ÁREAS VERDES NO RIO DE JANEIRO
    • Origem:  NACIONAL
    • Editora: BIBLIOMUNDI
    • Assunto: Arquitetura
    • Idioma: PORTUGUÊS
    • Edição:  1
    • Ano de Edição: 2018
    • Ano:  2018
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  2001121218440
    • ISBN:  9781526003188

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO