Aguarde...
 

VERTIGEM

POLÍTICAS DA SUBJETIVIDADE CONTEMPORÂNEA



Produto disponível em até 15min no aplicativo Kobo, após a confirmação  do pagamento!

Sinopse

DO PRÓLOGO Um trapezista se dá conta, subitamente, de que sua vida está por um triz: "Viver assim, com uma só barra entre as mãos... É vida, isto?". A existência de repente lhe parece estreita demais, pobre demais, frágil demais. Passa a exigir dois trapézios em vez de um, e promete "nunca mais e em circunstância nenhuma" voltar a apresentar-se como antigamente, pendendo de uma única barra. O trapezista de Kafka, em sua exclamação apavorada, expressa o que as acrobacias do mundo contemporâneo tentam dissimular a todo custo: a percepção vertiginosa de que estamos por um fio, a descoberta penosa de ver-se reduzido a quase nada, a suspeita crescente de que esse pouco talvez não baste para prosseguir. Ao lado da certeza esvaída, a vida depauperada, o abismo escancarado, a quebra irremissível no fio do tempo e no contorno da alma. Se alguns dos textos que seguem podem ser colocados sob o signo desse sobressalto, o foco principal da maioria deles está em outra parte. Pois se é certo que parecemos desarmados diante dos múltiplos sentidos que o desgosto primeiro do trapezista continua a suscitar (o conto de Kafka chama-se "A primeira dor"), é preciso ir além do susto e de seus efeitos de superfície para sondar os gestos de reinvenção da vida que ele esboça. Não há como fazê-lo, no contexto contemporâneo, sem antenar para a miríade de riscos, ofertas e urgências na qual nos lança, na sua oscilação sincopada, a barra do presente. (continua)

Detalhes do Produto

    • Coordenador/Editor: ILUMINURAS, EDITORA
    • Formato:  ePub
    • Subtítulo:  POLÍTICAS DA SUBJETIVIDADE CONTEMPORÂNEA
    • Origem:  NACIONAL
    • Editora: ILUMINURAS
    • Assunto: Filosofia
    • Idioma: PORTUGUÊS
    • Edição:  1
    • Ano de Edição: 2016
    • Ano:  2016
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  2001043293334
    • ISBN:  9788573215212

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO