Aguarde...

DESAFIOS DA EDUCAÇAO MATEMATICA INCLUSIVA - PRATICAS


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Educação

Sinopse

Este livro corresponde ao segundo volume de uma obra elaborada no âmbito do projeto Desafios para a Educação Inclusiva- Pensando na formação de professores sobre os processos de domínio da Matemática nos anos iniciais da Educação Básica. Tal como o primeiro volume, assume a perspectiva de uma educação inclusiva simultaneamente como meta e critério de aferição das práticas educativas. Assim, o livro reúne um conjunto de textos elaborados por professores que participaram no projeto e que refletiram sobre as suas próprias práticas de ensino e formação. Já o primeiro volume foi dedicado à formação de professores, em contextos mais e menos formais. Comecemos por sublinhar que a educação inclusiva só é possível se o professor assumir o seu papel de acolher cada aluno, na sua diversidade, pluralidade de contextos, características e expectativas. O professor encontra-se, a partir daí, perante a tarefa difícil de fazer com que cada aluno se sinta pertença da turma, sujeito e agente de acolhimento, independentemente de quem é, das suas limitações, possibilidades e circunstâncias. Essa diversidade deve ser encarada de forma abrangente- desde o aluno que manifesta dificuldades de aprendizagem até ao aluno que revela capacidades acima das consideradas normais. Cada um tem o seu lugar e todos devem ser bem acolhidos pelo professor e pelos colegas. A escola, como espaço de construção de conhecimento e desenvolvimento de valores, assume desse modo um papel fundamental na construção de uma sociedade mais tolerante, democrática e ela pró- pria inclusiva. A compreensão do outro, das suas opções e necessidades, é um elemento constitutivo da noção de tolerância e da aceitação da diferença. Para o professor o conhecimento sobre os alunos é um dos elementos essenciais para o bom desempenho no acolhimento da diversidade. Estratégias como o trabalho em grupo ou em pares na sala de aula podem ser utilizadas para estimular uma prática de ensino da matemática mais inclusiva em que diferentes alunos em conjunto realizam a mesma tarefa e nela crescem uns com os outros. Aprender no grupo e com os colegas pode traduzir-se em momentos de aprendizagem muito ricos, em que os alunos se responsabilizam pelo cumprimento do trabalho e por cada um dos seus colegas. Na escola assistimos muitas vezes à segregação de alguns alunos, mesmo quando praticada com intenção benigna por parte dos dirigentes e professores envolvidos. De facto, a criação de espaços de recuperação de alunos com aprendizagens mais lentas ou a criação de turmas de nível ou com alunos que apresentam uma característica específica correspondem a formas de exclusão dentro da escola. O mesmo se pode dizer dentro da sala de aula quando, sistematicamente, um professor que assessoria a aula trabalha com um aluno em particular, ou quando um aluno tem tarefas diferentes das dos colegas não podendo interagir com eles. Mesmo que tudo isso seja feito com o maior empenho e convicção, acaba por legitimar na prática a uniformidade do sistema. Os espaços de reflexão sobre a prática de que este livro nos fala orientam-se em direção oposta e podem constituir um excelente contributo para a mudança. O livro, nas diversas contribuições que espelha e na pluralidade das vozes que o cruzam, ajuda a refletir sobre a forma como os professores de matemática encaram a presença de alunos com necessidades educativas especiais nas suas aulas, as dificuldades que experimentam, as estratégias que podem adoptar. Vai mais longe ainda, problematizando a forma como a formação recebida pode facilitar ou inibir uma postura docente criadora de inclusão. De igual modo, indaga sobre que materiais para o ensino da matemática existem de facto nas escolas, as formas como são utilizados, as suas possíveis adaptações a uma prática inclusiva em que todos os alunos os explorem e façam, partir dessa exploração partilhada, descobertas com significado matemático. E propõe ainda uma reflexão sobre espaços colaborativos, onde se possa discutir e partilhar estes e outros dilemas da prática do professor. Tais espaços revelam-se essenciais para que surjam ideias novas e se operacionalizem e avaliem experiências ousadas. Este livro é pois um instrumento e um começo. Ponto de partida para uma reflexão urgente e difícil. Começo de um caminho o da inclusão inadiável.

Detalhes do Produto

    • Ano:  2016
    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788578613495
    • ISBN:  857861349X
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 23.00 cm
    • Largura: 15.50 cm
    • Comprimento: 1.00 cm
    • Peso: 0.25 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  192

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO