Aguarde...

LEITURAS SOBRE RICHARD RORTY E A EDUCAÇAO


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Filosofia

Sinopse

O neopragmatismo de Rorty tem sido considerado uma das posições filosóficas que têm procurado enfrentar os impasses gerados pela filosofia moderna enquanto metafísica da subjetividade. Devedor da virada linguística e da virada pragmática, responsável por uma leitura completamente diferente e original dos clássicos do pragmatismo americano (Pierce, James e Dewey), articulador de elementos extraídos do pensamento de filósofos americanos contemporâneos (Quine, Davidson, Kuhn, Sellars e Putnam) e dos três filósofos mais importantes do século XX (Wittgenstein, Heidegger e Dewey), Rorty tem a pretensão de descrever as relações entre homem e meio ambiente seguindo uma linguagem naturalista. Com isso, ele pretende escapar do essencialismo da teoria da subjetividade moderna (metafísica da subjetividade na linguagem heideggeriana) que se estruturou no modelo epistemológico da relação sujeito/objeto. Conforme ele mesmo escreve em Filosofia e o espelho da natureza, do ponto de vista educacional, enquanto oposto ao epistemológico ou tecnológico, o modo como as coisas são ditas é mais importante que a posse de verdades. [...] Como educação soa um tanto prosaico demais, e Bildung um tanto estrangeiro demais, irei usar edificação para representar esse projeto de encontrar modos novos, melhores, mais interessantes, mais fecundos de falar. Que a presente coletânea possa ser uma contribuição para encontrar novas e produtivas formas de redescrever a educação.

Detalhes do Produto

    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788575912942
    • ISBN:  8575912941
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 21.00 cm
    • Largura: 14.00 cm
    • Comprimento: 1.50 cm
    • Peso: 0.31 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  260

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO