Aguarde...

OS TRACOS DA HEREDITARIEDADE


Produto Indisponível

Veja mais títulos de História do Brasil

Sinopse

Com o início do Governo Provisório, em 1930, o Brasil inicia uma nova etapa política sob a liderança de Getúlio Vargas. Além do rompimento com a gerência antecessora, seu governo será marcado por propostas inovadoras em diversos meios sociais como, por exemplo, trabalhista, funcionalista, educacional, economia, entre outros. Além disso, teve como características políticas próprias para o trato dos imigrantes, comunistas, judeus, negros, etc.. Os debates que surgiram na intelectualidade, política e imprensa, permitiram que questões como cor e raça tivessem um lugar reservado nas perspectivas das discussões e ações entre os anos de 1930 e 1934. Para nós, no que concerne a esta discussão, cabe analisar o lugar da eugenia neste processo. Por meio do semanário Careta, em circulação no país desde 1908, temos uma importante fonte de análises que combina humor e crítica social à realidade brasileira. Nos anos iniciais da chamada Era Vargas, o semanário, em diversos números, ponderou através de caricaturas e crônicas a situação da cor e raça no cenário brasileiro, em relação ao organismo social como um todo. Nosso trabalho tem por objetivo debruçar-se sobre o periódico e problematizar a visão humorística da revista acerca da ¿questão racial¿ na sociedade, bem como contribuir com o debate sobre eugenia no Brasil.

Detalhes do Produto

    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788555071140
    • ISBN:  8555071143
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 23.00 cm
    • Largura: 17.00 cm
    • Comprimento: 1.90 cm
    • Peso: 0.57 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  380

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO