Aguarde...

OBRAS COMPLETAS - III LEONARDO COIMBRA


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Literatura Internacional

Sinopse

Prossegue, com este terceiro volume, correspondente ao período de 1916-1918, a publicação, pela ordem cronológica dos textos, da edição crítica das Obras Completas de Leonardo Coimbra, da responsabilidade científica do Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa, detentor do espólio do filósofo. Dos dois livros aqui incluídos, o primeiro, A Alegria, a Dor e a Graça (1916) ? que conheceu duas edições em vida do autor, foi traduzido em Espanha em 1921 e acaba de ter a sua versão francesa editada na Bélgica ?, é uma obra singular no conjunto dos escritos do filósofo criacionista, pela harmoniosa síntese nele realizada entre especulação filosófica e expressão literária, em que a imagem simbólica enriquece o conceito, no processo de uma razão cósmica e dialéctica, apoiada numa intuição inesgotável e numa experiência múltipla e diversa. É, precisamente, a teorização da experiência, simultaneamente estética, ética e religiosa, o núcleo de que parte a séria reflexão leonardina em A Luta pela Imortalidade (1918), retomando uma temática que abordara já no breve volume A Morte (1913), que marca significativa presença no capítulo sobre a Dor do livro de 1916 e a que regressará, no diálogo Do Amor e da Morte, alguns anos mais tarde. Também a guerra, durante a qual foram escritos todos os textos incluídos no presente volume, ocupa aqui demoradamente a atenção reflexiva do filósofo portuense, que, tal como a vida e a morte, é abordada com paixão e fundo sentido metafísico e transcendente, como escreve, no prefácio, Manuel Ferreira Patrício.. In Editorial

Detalhes do Produto

    • País de Produção: Portugal
    • Código de Barras:  9789722714365
    • ISBN:  9722714368
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 24.00 cm
    • Largura: 15.00 cm
    • Comprimento: 2.00 cm
    • Peso: 0.71 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  438

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO