Aguarde...
 

O INTELECTUAL EXILADO

EM AUGUSTO ROA BASTOS


Produto Indisponível

Veja mais títulos de Teoria e Critica Literária

Sinopse

Este trabalho tem por objetivo demonstrar como a literatura articulada com a historiografia e a memória pode contribuir para a reelaboração da escrita da história. A partir da leitura crítica da trilogia do escritor Augusto Roa Bastos (1917-2005) - Hijo de hombre (1960), Yo el Supremo (1974) e El fiscal (1993) - este trabalho discute a questão do exílio e suas implicações na vida dos intelectuais, especialmente no século XX. Os textos são analisados à luz de referencial teórico que trata das relações entre história, memória, intelectual, poder e exílio. Os conceitos são abordados sob a perspectiva da literatura, literatura comparada e estudos históricos e culturais. Os personagens históricos envolvidos nas tramas do paraguaio Roa Bastos permitem revisitar a história de seu país, e contribuem para o estudo de sua identidade nacional. Os fatos históricos e os textos memorialísticos ficcionalizados permitem ao autor abordar questões como a relação entre história, memória e esquecimento, memória coletiva e poder.

Detalhes do Produto

    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  9788571138971
    • ISBN:  8571138974
    • Encadernação:  BROCHURA
    • Altura: 23.00 cm
    • Largura: 16.00 cm
    • Comprimento: 1.50 cm
    • Peso: 0.42 kg
    • Complemento:  NENHUM
    • Nº de Páginas:  248

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO