Aguarde...
 

CANTA TITO MADI



 
Frete grátis para compras acima de:
Sul e Sudeste : R$ 99,00
*Exceto se o pedido contiver itens didáticos.
Confira o regulamento

Calcule prazo de entrega e frete:

 - 

Aproveite e compre junto!

por: 

R$ 62,26preço +cultura

em até 2x de R$ 31,13 sem juros no cartão de crédito
ver mais opções

Sinopse

Dez anos depois do último álbum solo, a cantora lança o primeiro álbum pela gravadora Biscoito Fino relendo 11 clássicos do compositor de 'Cansei de Ilusões' e 'Chove Lá Fora'. No Brasil, não há melhor porta-voz de paixões saudosas e desejos impossíveis, temas constantes em clássicos do samba-canção, do que Nana Caymmi. Ainda adolescente, ela ouviu vários exemplares do gênero na voz de Tito Madi, cantor e compositor paulista que reinava nas boates do bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro. A cantora já declarou em entrevista que as músicas de Tito foram as primeiras feitas no Brasil a chamar a atenção dela. Um atestado de qualidade e tanto, dado por quem é filha de ninguém menos que Dorival Caymmi. Apesar da relevância de Tito, apenas Claudette Soares gravou um disco dedicado a ele, em 1976. Agora é a vez de Nana homenageá-lo, quebrando um hiato de dez anos sem lançar álbum solo. Em 11 faixas, a cantora de 77 anos está em plena forma vocal, entendendo mais do que nunca as dores (e algumas delícias) do amor. É como se Nana esperasse desde a juventude o momento exato para interpretar uma obra de alta voltagem emocional que lhe serve de referência. Em Nana Caymmi canta Tito Madi, ela se reconecta a parceiros de longa data. José Milton, produtor dos discos da cantora há 25 anos, assume mais uma vez a função. Dori Caymmi, irmão que Nana define como uma pessoa-chave em sua trajetória, e o pianista Cristóvão Bastos, um dos autores do sucesso Resposta ao Tempo, assinam os arranjos. O álbum também é um tributo a Emílio Santiago (1946 - 2013), que morreu justamente enquanto preparava um projeto com músicas de Tito. Nana era amiga íntima do cantor e decidiu levar a ideia adiante. Tito também foi um farol para aqueles que, com a bossa nova, mudaram os parâmetros harmônicos e poéticos da canção brasileira. Mesmo convidado para as reuniões do movimento no apartamento de Nara Leão por admiradores como Ronaldo Bôscoli e Roberto Menescal, jamais apareceu. Mas não deixou de dar sua contribuição ao estilo com o clássico Balanço Zona Sul, que fecha o disco. Em tom sereno, como pede a leveza da letra, Nana canta a música ao lado do mano Dori. O homenageado escutou o álbum ainda em fase de finalização e avalizou as 11 faixas. Dois dias depois, foi internado e morreu em 26 de setembro de 2018, aos 89 anos. Planejado para ser uma homenagem em vida, Nana Caymmi canta Tito Madi passa a transcender a admiração da cantora por ele. Simboliza a vontade de que a obra de Tito não seja esquecida e possa ser redescoberta. Interpretada por uma das maiores cantoras do mundo, ela alcança a eternidadade.
  • •Volume 1
  • 1. CANSEI DE ILUSÕES
  • 2. CHOVE LÁ FORA
  • 3. CARINHO E AMOR
  • 4. NÃO DIGA NÃO
  • 5. QUERO-TE ASSIM
  • 6. SONHO E SAUDADE
  • 7. CANÇÃO DOS OLHOS TRISTES
  • 8. A CHUVA PAROU…
  • 9. GRAÇAS A DEUS VOCÊ VOLTOU
  • 10. GAUCHINHA BEM QUERER
  • 11. BALANÇO ZONA SUL

Detalhes do Produto

    • País de Produção: Brazil
    • Código de Barras:  7898539575129
    • Altura: 12.50 cm
    • Largura: 14.20 cm
    • Comprimento: 1.00 cm
    • Quantidade de Discos:  1
    • Peso: 0.11 kg

Avaliação dos Consumidores

ROLAR PARA O TOPO